Maria da Paixão
Instituto FMM
As 7 Mártires e Assunta

Província
Instituto
Igreja
Mundo
Amigos FMM
Voluntariado
Pastoral Juvenil/ Vocacional
Abre e vê
Quem somos
O que fazemos
Onde estamos
Amoreira da Gândara Funchal - Santa Clara Porto - S. Francisco
Arcozelo Funchal - São Jorge Porches
Beja Lisboa - Casa Provincial Setúbal
Braga Lisboa - Chelas V. N. de Santo André
Bragança  Lisboa - Cristo da Boa Morte Vila de Rei
Charneca Caparica Lisboa - Olivais
Coimbra   Porto - Maria Missionária  

 

 



globo-terrestre


francisco-paz-sagrada familia 2019










dia-mundial-da-paz-pombas-2019



francisco-dia-mundial-da-paz-2019

MENSAGEM DO SANTO PADRE
FRANCISCO
PARA A CELEBRAÇÃO DO
DIA MUNDIAL DA PAZ

1.º DE JANEIRO DE 2019

«A BOA POLÍTICA
ESTÁ AO SERVIÇO DA PAZ»

1. «A paz esteja nesta casa!»

2. O desafio da boa política

3. Caridade e virtudes humanas para uma política ao serviço
dos direitos humanos e da paz


4. Os vícios da política

5. A boa política promove a participação dos jovens e a confiança no outro

6. Não à guerra nem à estratégia do medo

7. Um grande projeto de paz

Vaticano, 8 de dezembro de 2018.

Franciscus

Texto na íntegra, traduzido em PORTUGUÊS


Em outras línguas [ AR  - DE  - EN  - ES  - FR  - IT  - PL ]


sagrada-familia-de-nazare2018


 

jesus-maria-e-jose.jpg

Domingo dentro da Oitava do Natal
- 2018

Oração à Sagrada Família
Jesus, Maria e José,
em Vós contemplamos o esplendor do verdadeiro amor,
confiantes, a Vós nos consagramos.

Sagrada Família de Nazaré,

tornai também as nossas famílias lugares de comunhão e cenáculos de oração, autênticas escolas do Evangelho e pequenas igrejas domésticas.

Sagrada Família de Nazaré,
que nunca mais haja nas famílias episódios de violência,
de fechamento e divisão;
e quem tiver sido ferido ou escandalizado seja rapidamente consolado e curado.

Sagrada Família de Nazaré,
fazei que todos nos tornemos conscientes do carácter sagrado
e inviolável da família, da sua beleza no projecto de Deus.

Jesus, Maria e José,
ouvi-nos e acolhei a nossa súplica. Ámen

Fonte: EXORTAÇÃO APOSTÓLICA PÓS-SINODAL
Amoris laetitia:     Português
DO PAPA FRANCISCO


francisco-urbi-et-orbi-1-2018.jpg


 

MENSAGEM «URBI ET ORBI» DO PAPA FRANCISCO

NATAL 2018

Sacada Central da Basílica Vaticana
Terça-feira, 25 de dezembro de 2018

Queridos irmãos e irmãs, feliz Natal!

A vós, fiéis de Roma, a vós, peregrinos, e a todos vós que,
das mais variadas partes do mundo, estais sintonizados connosco,
renovo o jubiloso anúncio de Belém:

«Glória a Deus nas alturas
e paz na terra aos homens do seu agrado»

(Lc 2, 14). [...]

... as minhas boas-festas natalícias são votos de fraternidade.
Fraternidade entre pessoas de todas as nações e culturas.
Fraternidade entre pessoas de ideias diferentes, mas capazes de se respeitar
e ouvir umas às outras.
Fraternidade entre pessoas de distintas religiões. Jesus veio revelar
o rosto de Deus a todos aqueles que o procuram.

E o rosto de Deus manifestou-se num rosto humano concreto.
Apareceu, não sob a forma dum anjo, mas dum homem,
nascido num tempo e lugar concretos.
E assim, com a sua encarnação, o Filho de Deus indica-nos que a salvação
passa através do amor, da hospitalidade, do respeito por esta nossa pobre humanidade que todos compartilhamos numa grande variedade de etnias,
línguas, culturas... mas todos irmãos em humanidade!


Texto na íntegra, em Português

[AR - DE - EN - ES - FR - IT - PL]









 

MENSAGEM DO SANTO PADRE FRANCISCO
PARA O II DIA MUNDIAL DOS POBRES


XXXIII DOMINGO DO TEMPO COMUM
(18 DE NOVEMBRO DE 2018)

Instituído pela Carta Apostólica "MISERICORDIA ET MISERA",
o Dia Mundial dos Pobres inspira-se no Ano Santo da Misericórdia
(2015-2016)
.

Domingo, 18/11/2018
«Este pobre clama e o Senhor o escuta»

«6. Os primeiros habilitados a reconhecer a presença de Deus e a dar testemunho da sua proximidade à própria vida são os pobres.
Deus permanece fiel à sua promessa e, mesmo na escuridão da noite, não deixa faltar o calor do seu amor e da sua consolação. Contudo, para superar a opressiva condição de pobreza, é necessário aperceber-se da presença de irmãos e irmãs
que se ocupem deles e que, abrindo a porta do coração e da vida,
lhes façam sentir benvindos como amigos e familiares.
Somente deste modo podemos descobrir «a força salvífica das suas vidas»
e «colocá-los no centro do caminho da Igreja»

(Evangelii gaudium, 198).»

Texto na íntegra t
raduzido em  Português 

Arabo  - Cinese (Cina)  - Cinese (Taiwan)  - Francese  - Inglese  
Italiano  -  Spagnolo - Tedesco ]

O Papa Francisco almoçou com os pobres na sala Paulo VI,
neste II Dia Mundial dos Pobres

Link: Papa Francisco almoça com os pobres na Sala Paulo VI

francisco almoca com pobres.jpg









francisco e a capela do rato

Pode ver no YouTube. Link:
https://www.youtube.com/watch?v=9BLqF5Wo7Z8

Publicado a 10 de outubro de 2018

A «abertura de espírito, o facto de aparecer com um discurso diferente
dentro da Igreja católica
, com uma proposta de abertura, de abraçar todos»
é uma das características do papa que mais tem cativado Ana Zanatti.

A atriz foi uma das participantes na
iniciativa
“Como papa Francisco, dizer o seu pensamento a várias vozes”,
que decorreu esta segunda-feira na capela do Rato, em Lisboa,
com o propósito de juntar crentes e não crentes em torno do pontífice.


Saiba mais

Fonte: http://www.snpcultura.org/


catecismo-da-igreja-catolica

 

catecismo-igreja-catolica-e-a-pena-de-morte

ARTIGO 2267 - Mudança sobre a pena de morte
                          no Catecismo da Igreja Católica

Tradução em língua portuguesa

Pena de morte

2267. Durante muito tempo, considerou-se o recurso à pena de morte
por parte da autoridade legítima, depois de um processo regular,
como uma resposta adequada à gravidade de alguns delitos
e um meio aceitável, ainda que extremo, para a tutela do bem comum.

Hoje vai-se tornando cada vez mais viva a consciência de que a dignidade
da pessoa não se perde, mesmo depois de ter cometido crimes gravíssimos.

Além disso, difundiu-se uma nova compreensão do sentido das sanções penais
por parte do Estado.
Por fim, foram desenvolvidos sistemas de detenção mais eficazes, que garantem
a indispensável defesa dos cidadãos sem, ao mesmo tempo, tirar definitivamente
ao réu a possibilidade de se redimir.

Por isso a Igreja ensina, à luz do Evangelho, que
«a pena de morte é inadmissível, porque atenta
contra a inviolabilidade e dignidade da pessoa»,

e empenha-se com determinação a favor da sua
abolição em todo o mundo.
_______________

02-08-2018 - Ler mais no documento divulgado hoje 
pela Santa Sé.

CONGREGAÇÃO PARA A DOUTRINA DA FÉ
Carta aos Bispos a respeito da nova redação do n. 2267
do Catecismo da Igreja Católica sobre a pena de morte
. _______________



Fonte: TV Canção Nova
Publicado em 9 de agosto de 2018


meninos na gruta da tailandia

 

O MILAGRE DA GRUTA NA TAILÂNDIA


Publicado em 10 de julho de 2018

logotipo-mundial 2018 russia

 

Mundial 2018 na Rússia:

a saudação do Papa Francisco




Publicado a 13/06/2018


Depois de pronunciar sua catequese, o Papa dirigiu uma saudação
aos jogadores e organizadores da Copa do Mundo de Futebol na Rússia.


pao de santo antonio-hoje

 

SANTO ANTÓNIO DE LISBOA E DO MUNDO
13 de junho de 2018

Padroeiro principal da cidade de Lisboa (São Vicente é o padroeiro principal
do Patriarcado de Lisboa),
Santo António é padroeiro secundário de Portugal
(Nossa Senhora da Conceição é a padroeira principal).

Num Mundo carente de SOLIDARIEDADE, como o nosso, é oportuno evocar
o desafio que Santo António lança a cada um e a cada uma de nós, :

"Andamos cheios de palavras, mas vazios de obras.
A linguagem é viva quando falam as obras.
Calem-se as palavras e falem as obras.
Em vão semeia a palavra quem com obras destrói o que ensina
."

(Sermão do dia de Pentecostes)



Sabe como surgiu o “pão de Santo António”?

Se deseja saber, pode encontrar a informação AQUI


52 dia mundial das comunicacoes sociais2


52.º Dia Mundial das Comunicações Sociais
13 de maio de 2018

MENSAGEM DO PAPA FRANCISCO
PARA O LII DIA MUNDIAL DAS COMUNICAÇÕES SOCIAIS

Tema: «"A verdade vos tornará livres” (Jo 8, 32). 
Fake news e jornalismo de paz»

Queridos irmãos e irmãs!

No projeto de Deus, a comunicação humana é uma modalidade essencial
para viver a comunhão.
Imagem e semelhança do Criador, o ser humano é capaz de expressar
e compartilhar o verdadeiro, o bom e o belo.
É capaz de narrar a sua própria experiência e o mundo, construindo assim
a memória e a compreensão dos acontecimentos.

Mas, se orgulhosamente seguir o seu egoísmo, o homem pode usar de modo distorcido a própria faculdade de comunicar, como o atestam, já nos primórdios,
os episódios bíblicos dos irmãos Caim e Abel e da Torre de Babel
(cf. Gn 4, 1-16; 11, 1-9).

Sintoma típico de tal distorção é a alteração da verdade,
tanto no plano individual como no coletivo.
Se, pelo contrário, se mantiver fiel ao projeto de Deus, a comunicação torna-se
lugar para exprimir a própria responsabilidade na busca da verdade
e na construção do bem.

Hoje, no contexto duma comunicação cada vez mais rápida
e dentro dum sistema digital, assistimos ao fenómeno
das
«notícias falsas», as chamadas fake news (...)

Vaticano, 24 de janeiro – Memória de São Francisco de Sales – do ano de 2018.
                                          Franciscus


Fonte - ver texto na íntegra, traduzido em português, neste link:
52º Dia Mundial das Comunicações Sociais, 2018 - "A verdade vos ...

52 dia mundial das comunicacoes sociais


A Igreja e o desafio das «Fake News»

Intervenção de D. João Lavrador no debate sobre a mensagem do Papa para o 52.º Dia Mundial das Comunicações Sociais.



Fonte - Agência Ecclesia

Publicado em 26 de janeiro de 2018


ave maria - santa maria


Notícias do Mundo

Dia da Mãe - 8 de maio de 2018




Ave Maria, gratia plena, Dominus tecum; Benedicta tu in mulieribus,
Et benedictus fructus ventris tui, Jesus

Sancta Maria, Mater Dei, Ora pro nobis peccatoribus,
Nunc et in hora mortis nostrae. Amen.









dia do trabalhado2








francisco-trabalho






francisco-trabalho2

 

dia do trabalhado

01-05-2018

Papa: "O silêncio de José é habitado pela voz de Deus"

Na manhã de terça-feira (01/05), o Papa Francisco recebeu em audiência
especial no Vaticano cerca de 400 funcionários do jornal italiano católico
Avvenire’ e seus familiares

No dia dedicado a São José Operário, Francisco presenteou o grupo com uma reflexão sobre a figura deste santo trabalhador definindo-o ‘homem do silêncio’.

O silêncio e a dignidade atribuída pelo trabalho

Lembrando que “o silêncio pode parecer como a antítese do comunicador”,
o Papa iniciou afirmando que
“o silêncio de José é habitado
pela voz de Deus e gera a obediência da fé”.


“Homem justo, capaz de se doar ao sonho de Deus, José se encarrega
das pessoas e situações que a vida lhe confia:
é um educador e pai que sabe fazer crescer a vida,
acompanhar as pessoas e transmitir o trabalho” (...)

O Evangelho anunciado como beleza e bem comum

“Neste panorama, a Igreja sente que sua voz não pode faltar,
fiel à missão que a chama ao anúncio do Evangelho da misericórdia.


A mídia oferece enormes potencialidades para contribuir na cultura do encontro”, destacou, convidando os jornalistas, por um momento, a focarem a comunicação como verdade, beleza e bem comum.

O marceneiro de Nazaré nos convida a reencontrar o sentido da saudável lentidão, da calma e da paciência: “Com o seu silêncio, nos recorda que tudo tem início com a escuta, para abrir-se à palavra e à história do próximo”, ressaltou Francisco. 

“ É o diálogo a vencer o medo e a Igreja deve ser seu artífice ”

Fonte - texto - https://www.vaticannews.va/pt/papa/news/2018-05/papa-discurso-funcionarios-avvenire.html

25 abril - assembleia republica


 

 
















marcelo-presidente-25-abril


25 abril cravos - assembleia republica

Assembleia da República.
Intervenção do Presidente da República

Na sessão solene comemorativa do 44º aniversário do 25 de Abril,
na Assembleia da República,
o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa:


* defendeu que é imperativo afirmar o "papel estruturante das Forças Armadas" para a unidade nacional;

* alertou contra "messianismos de um ou de alguns", insistindo na importância de renovar o sistema político;

* voltou a alertar para o perigo de fenómenos de "contestação inorgânica e antissistémica e de ceticismo contra os partidos";

* apelou à "capacidade de renovação do sistema político e de resposta dos sistemas sociais, de antecipação de desafios, de prevenção de erros ou omissões".

*colocou a tónica no "equilíbrio de poderes";

* pediu que não se deixe espaço para "tentações perigosas de apelos
populistas e até de ilusões sebastianistas messiânicas ou providencialistas"
;

* referiu-se"apelos e ilusões" de um "poder forte sonhado, seja ele de uma pessoa, de um partido, de um grupo económico, de um parceiro social, de uma instituição público-privada".

s-jorge-patrono do-escutismo


sao-jorge-martir


Em
23 de abril, a Igreja celebra a memória litúrgica de São Jorge.
E
Jorge Mario Bergoglio, Papa Francisco,
festeja o seu onomástico.




 




joao-xxiii-o-papa-da-bondade



55.º Aniversário da Encíclica “Pacem in Terris”
de Jão XXIII



Publicado a 11 de abril de 2018 - O “dom divino” da paz...

«Pacem in Terris: há 55 anos, a Encíclica de João XXIII sobre a paz

"Na Verdade, na Justiça, no Amor e na Liberdade": estes são os fundamentos da "Paz" a que se refere São João XXIII em sua última Encíclica, "Pacem in Terris", dirigida a todos os "homens de boa vontade", em um momento em que a comunidade internacional parecia estar correndo em direção ao terceiro conflito mundial.
(…)
Orientar o caminho do homem
Quatro pontos-chave para guiar a humanidade no caminho da paz:
a centralidade da pessoa, inviolável em seus direitos,
mas também detentora de deveres;
o bem comum a ser perseguido e realizado em toda parte;
o fundamento moral da comunidade política;
a força da razão e o farol iluminador da fé
até aos "Chamados pastorais" conclusivos,
marca pessoal de São João XXIII,
com referências à participação ativa na vida pública
e à implementação do bem comum.»

Fonte - Pacem in Terris: há 55 anos, a Encíclica de João XXIII sobre a paz 


francisco-e-ciganos




Conhecimento e respeito recíproco para a verdadeira integração, diz o Papa aos Rom e Sinti




Publicado a 8 de abril de 2018

O "Roman Dives" é comemorado em todo o mundo

"Todo o dia 8 de abril comemoramos o Dia Mundial
dos Rom, Sinti e Nômades,

pois em 1971 foi comemorado o histórico I Congresso Mundial do povo cigano
perto de Londres.

Uma reunião que viu juntos intelectuais e políticos de origem cigana,
representando vários países europeus.
Desde então, um longo caminho foi feito, mas os preconceitos contra esse povo continuam fortes".

Fonte com texto na íntegra: Conhecimento e respeito recíproco
para a verdadeira integração, diz ...

     Página seguinte                                                       Página anterior 

 

Franciscanas Missionárias de Maria © 2011. Todos os direitos reservados.